TIM compra AES Atimus por R$1,6 bilhão

Em comunicado enviado esta manhã à imprensa, a TIM anunciou a aquisição da empresa de telecomunicação da AES no Brasil, a Atimus.

Em anúncio oficial feito por Luca Luciani, presidente da TIM Brasil, e Britaldo Soares, presidente do grupo AES Brasil, as empresas confirmaram o valor de R$1,6 bilhão do negócio.

A aquisição é um investimento da TIM no mercado de telecomunicações móvel e fixa, já que, com a compra,  passa a possuir os 5,5 mil km de fibra ótica urbana, 8 milhões de clientes em casas e as 500 mil empresas atendidas pela Atimus no país.

A provedora de infraestrutura e soluções possui a maior rede para oferecer serviços de banda larga em 21 cidades das grandes São Paulo e Rio de Janeiro – uma região estratégica que representa R$30 bilhões do mercado total de telecom do Brasil

Segundo comunicado, a TIM pretende crescer especialmente no mercado corporativo e criar novos serviços, como  vídeo conferências  e aplicações na nuvem (ambientes colaborativos e armazenamento de dados com processamento remoto). A ideia é que a aquisição da Atimus fortaleça a posição da Intelig, empresa comprada em 2009 pela TIM e que atua no mesmo segmento corporativo.

Investimentos

Este ano, a Atimus já havia investido R$18,5 milhões em infraestrutura no primeiro trimestre de 2011 e, em maio, anunciou um total de R$ 93 milhões para o ano de 2011. Até 2015, a empresa havia dito, em comunicado, que pretendia investir R$ 400 milhões para melhorar sua rede que, atualmente, conta com 0,6 terabyte de capacidade. Uma das metas é desenvolver a tecnologia FTTH para ofertar Ultra Banda-Larga (UBB).

Com a compra, a TIM espera oferecer banda-larga mais rápida tanto nos serviços móveis quanto nos fixos. No caso, estes poderiam chegar a 100 Mbps residencial e 1 Gbps no mercado corporativo. O ganho de sinergia com a rede já instalada da Atimus  é projetado para aproximadamente R$ 1 bilhão em três anos.

Recentemente, a operadora também anunciou investimento de R$ 1 bilhão para dobrar sua rede móvel, em uma parceria com a Nokia Siemens Networks, a Huawei e a Ericsson. Para o ano que vem, estão previstos R$ 2,9 bilhões investidos em infraestrutura.

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia