Robô faz maratona sem recarga e bate recorde

O Ranger, que virou a noite para bater o recorde de caminhada robótica sem recarga

Robô americano bate recorde mundial após caminhar 65 km sem parar e sem recarregar – uma distância grande o bastante para ser considerada, mais do que uma maratona, uma ultramaratona

O Ranger, da Universidade Cornell, quebrou sua própria marca anterior de 23 km alcançada em julho passado.

Construído e programado pela equipe do professor Andy Ruina, o robô conseguiu dar 186 mil passos ao custo de apenas cinco centavos de dólar de energia.

Sua caminhada começou após as 14h do dia 1º de maio na pista de atletismo da universidade; após 307,75 voltas, ele finalmente parou às 9 da manhã do dia 2. Foram, no total, 30 horas, 49 minutos e 2 segundos caminhados sem recarga de bateria e sem nenhum tipo de intervenção humana.

Preparo físico

O robô possui seis pequenos computadores de bordo que executam cerca de 10 mil linhas de códigos em um programa que roda em loop a cada 1/500 de segundo. Há dezenas de sensores mecânicos e elétricos e, no total, os eletrônicos consomem 4,7 watts.

O Ranger utiliza motores específicos para cada movimento: um estende os calcanhares na parte externa; outro, na parte interna. Um terceiro move as pernas enquanto o último gira as pernas internas para fazer a curva da pista. Ao todo, os motores consomem mais 11,3 watts.

O peso total fica um pouco abaixo dos 10 kg, sendo que 2,7 correspondem à bateria de lítio-íon. Segundo os pesquisadores, um dos segredos da durabilidade da bateria está em não tentar manter o robô em pé o tempo todo. Ele “cai” a cada passo e se levanta, parecendo menos estável.

(Fonte: Info Exame)

Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia