Polícia captura Cracker menor de idade que publicou fotos de Carolina no site da Cetesb

A Polícia Civil de São Paulo apreendeu nesta manhã, em Carapicuíba, cidade da Grande São Paulo, o cracker que publicou fotos da atriz Carolina Dieckmann no site da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb).

O cracker é um adolescente de 17 anos que trabalha como professor de informática.

Após a apreensão, o Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) informou que o adolescente já estava sendo observado desde a data da invasão, que aconteceu na noite do último dia 15 de maio. O menor só foi apreendido hoje porque a polícia precisou, antes, solicitar mandados de busca e apreensão à justiça.

Antes de apreender o menor, a Polícia Civil foi até sua casa, em Carapicuíba. No local, encontrou um computador e material gráfico, que foram apreendidos para investigação. Em seguida, a polícia foi até a escola de informática onde o menor trabalha, também em Carapicuíba, para apreendê-lo.

Na escola, os policiais encontraram três computadores que o menor usava para dar aulas. Os equipamentos também foram apreendidos e serão analisadas por especialistas.

Entenda o caso – No dia 15 de maio, o site da Cetesb exibiu, em sua página inicial, fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann. As fotos ficaram expostas por alguns minutos, tempo suficiente para serem vistas por milhares de usuários. Para resolver o problema, os técnicos da área de tecnologia da Cetesb precisaram tirar o site do ar.

As fotos da atriz publicadas no site da Cetesb foram as mesmas divulgadas em um site inglês de pornografia no começo deste mês. As imagens tinham sido capturadas do computador da atriz por um grupo de crackers. Eles usaram a técnica de phishing para roubar as senhas da atriz e ter acesso ao seu e-mail (onde estavam as fotos).

O grupo que fez o roubo das fotos já foi identificado pela polícia do Rio de Janeiro. Seus integrantes serão indiciados por furto de fotos, extorsão, difamação e chantagem – por e-mail, um dos criminosos escrevia para Carolina Dieckmann exigindo que ela pagasse uma quantia de R$ 10 mil para que as fotos não fossem divulgadas.

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia