O Novo iPad e não iPad 3, conheça as novidades

O CEO da Apple, Tim Cook, apresentou hoje, na Califórnia, o novo iPad que, ao contrário do que se especulava, não terá o nome “iPad 3”, mas apenas “New iPad”. O tablet apresenta várias melhorias de hardware em relação ao iPad 2.

A principal mudança é a estreia do chip A5X, que possui quatro núcleos de processamento gráfico. A Apple não divulgou as especificações do processador, mas, ao que tudo indica, cada núcleo tem capacidade de 1 GHz, o que fará do Novo iPad duas vezes mais veloz que o iPad 2 e quatro vezes mais rápido que a primeira geração do tablet, apresentada em 2010 por Steve Jobs.

O novo chip, disse Tim Cook, é duas vezes mais rápido que o processador Tegra 3, da Nvidia, considerado um dos mais velozes em arquitetura ARM, usada em tablets. O comentário foi uma crítica velada aos rivais que usam Android e se apoiam no Tegra 3, como os novos produtos da Samsung.

Embora possua quatro núcleos para processar gráficos, para todas as demais operações, o chip usa apenas dois núcleos físicos o que, tecnicamente, define o A5X como um dual-core.

Como esperado, a Apple confirmou a tela retina no novo modelo. Agora, o iPad terá uma resolução de 2.048 x 1.536 pixels, ou seja, suportará 3.1 milhões de pixels nas 9.7 polegadas do gadget.

A mudança deixará a resolução dos apps mais brilhante, nítida e bonita, no entanto, obrigará empresas de mídia e desenvolvedores a adaptar suas publicações e apps para a nova resolução. Para o usuário, o prejuízo pode ser o peso até duas vezes maior de arquivos como revistas digitais.

Nova câmera - A câmera embutida no tablet receberá um generoso update.  Segundo Cook, a Apple adotou câmeras de 5 megapixel em seus novos tablets, equipada com a tecnologia iSight Camera, que permite autofoco e estabilização.  Este último recurso permite compensar o tremor das mãos do usuário quando ele capta um vídeo ou foto.

Com essas características, afirmou Cook, a câmera será capaz de fotografar com boa qualidade em ambientes escuros e gravar vídeos no formato Full HD (1080p).

O tablet recebeu ainda evoluções em sua conectividade. O Novo iPad suportará redes 4G no padrão LTE e também rodará em redes HSPA+ (que permite navegar a até 21Mbps), DC-HSPA de 42Mbps e LTE com 73Mbps. A compatibilidade com redes 3G continua.

Este é o primeiro dispositivo da Apple a suportar redes 4G, característica que não existe no iPhone 4S e consiste em sensível vantagem para os tablets e smartphones da Samsumg, LG e HTC no mercado americano.

No Brasil, como não há redes LTE em funcionamento comercial, esta característica não será de grande valor. A expectativa da Anatel é que as primeiras redes LTE funcionem em algumas capitais brasileiras só em 2013. De qualquer forma, o suporte ao HSPA+ será muito benéfico aos usuários do 3G no Brasil, melhorando em até 100% a qualidade da conexão móvel do iPad.

Outra novidade em conectividade é o recurso de hotspot pessoal, que já existia para iPhones desde o iPhone 4. Com ele, o usuário poderá transformar o iPad numa espécie de roteador, que compartilhará a conexão web com outros equipamentos.

As novidades não vão interferir na autonomia do aparelho. Segundo a Apple, ele terá uma nova bateria com autonomia de 10 horas em redes Wi-Fi. Se o iPad estiver conectado nas redes 4G, a autonomia cai um pouco e fica em 9 horas de uso. Apesar da nova bateria, o iPad continua magrinho. Ele terá 9,4 mm de espessura e 635 gramas de peso. Com este peso, o tablet pesa apenas um pouco mais que o iPad 2,  que exibe 613 gramas.

Ao contrário do especulado pelo mercado nas últimas semanas, a Apple não vai mudar os preços do aparelho. O tablet chegará às lojas com o mesmo valor do iPad 2 nas versões de 16 GB, 32 GB e 64 GB.

Inicialmente, a Apple venderá o novo iPad em 10 países: Estados Unidos, França, Alemanha, Japão, Canadá, Inglaterra, Suíça, Hong Kong, Cingapura e Austrália. Uma semana depois, no dia 23, mais 26 países receberão o tablet.

O Brasil, apesar de ter uma unidade da Foxconn produzindo gadgets da Apple, não receberá o produto nas duas datas. A Apple, por enquanto, não anunciou quando ele chegará por aqui.

Abaixo, os preços do novo iPad:

Modelo Wi-Fi
Capacidade Preço
16 GB 499 dólares
32 GB 599 dólares
64 GB 699 dólares

 

Modelo 4G
Capacidade Preço
16 GB 629 dólares
32 GB 729 dólares
64 GB 829 dólares

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia