LulzSec aponta invasor do e-mail da Dilma

Num documento publicado agora à noite no site do grupo, o grupo LulzSecBrazil acusa um rapaz de 26 anos, residente em São Paulo, como autor da invasão ao e-mail da presidente Dilma.
A acusação vem acompanhada de todos os dados do acusado, nome, endereço, CPF, foto, telefones, data de nascimento, dívidas na praça etc.  O grupo se mostra indignado porque o acusado teria se apresentado como integrante do LulzsecBrazil para tentar vender dados e informações sigilosas a alguns políticos.
O grupo, que se proclama político, quer se diferenciar de pessoas “que usam seu conhecimento [técnico] para fins lucrativos”. Seu objetivo, conforme o documento, é “juntar forças com a população e transformar o Brasil num país de primeiro mundo”. Por isso resolveram denunciar o acusado. “Depois de muita dúvidas e reuniões chegamos exatamente no responsável por difamar nosso grupo”.
Segundo o site do grupo, o acusado foi “o principal responsável” pela divulgação dos dados do e-mail da presidente Dilma Rousseff e do pefeito Gilberto Kassab. O jovem seria também dono do twitter @lulzsec_br.
O documento também acusa outro jovem, este residente em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, que seria “conhecido no IRC como uma referência no mundo de bankers/carders e chamado pelos apelidos de Bryan/Rodrigo”. O IRC, para quem não sabe, é um sistema de bate-papo e troca de arquivos muito usado por hackers. Bankers  e carders são crackers que se dedicam ao crime de roubar informações de contas bancárias e cartões de crédito. Bryan ou Rodrigo também estaria usando o nome do LulzSecBrazil.

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia