Facebook quer comprar WhatsApp

O Facebook pode dar mais um passo significativo em direção às plataformas móveis.

Segundo fontes ouvidas pelo blog Techcrunch, Mark Zuckerberg estaria negociando com os criadores do WhatsApp, app para a troca de mensagens, para adquirir a empresa.

Em entrevista recente ao BusinessWeek, Zuckerberg afirmou que o caminho óbvio é caminhar em direção às plataformas móveis. “Existem cinco bilhões de pessoas no mundo que possuem celulares”, afirmou ele.

Disponível para iOS, Android, BlackBerry, Symbian e Windows Phone, o WhatsApp é um dos casos mais bem sucedidos dentro da nova economia gerada pelos aplicativos.

O app, pago e livre de anúncios, permite que usuários troquem mensagens, imagens e localização e mantenham conversas em grupo, entre outros, de forma instantânea.

No final de outubro passado, o serviço divulgou que atingiu a marca de 1 bilhão de mensagens trocadas em único dia. A estimativa é que 100 milhões de pessoas utilizem o app em todo o mundo.

Hoje, o WhatsApp é o aplicativo mais vendido dentro App Store, da Apple, ao preço de 0,99 dólares. Para usuários de Android, ele é grátis no primeiro ano. Depois, custa 0,99 dólares.

Segunda investida móvel

Em abril deste ano, o Facebook anunciou a compra do aplicativo para o compartilhamento de fotos Instagram por 1 bilhão de dólares. O valor da negociação foi reduzido depois devido à queda das ações do Facebook.

Na ocasião, não havia rumores sobre a negociação, que foi conduzida por Zuckerberg e finalizada durante um fim de semana.

O WhatsApp foi fundado, em 2009, por Brian Acton e Jan Koum, dois ex-engenheiros do Yahoo!

(Fonte: InfoExame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia