Cias aéreas europeias adotam biocombustíveis

Algumas das principais companhias aéreas europeias, como a British Airways, Lufthansa e a Air France-KLM, fecharam um acordo para a adoção progressiva de biocombustíveis em suas aeronaves.

O acordo foi fechado durante o encontro Paris Air Show, realizado semana passada, na França.

A Air France-KLM anunciou que deve começar a operar cerca de 200 voos  híbridos, que combinam combustíveis fósseis e biocombustíveis, a partir de setembro. Já a British Airways pretende adotar uma nova tecnologia e espera que medida estimule outras empresas a fazer o mesmo. As informações são do site The Ecologist.

De acordo com uma meta estipulada pela União Europeia, até 2020, 10% do total de combustível utilizado pelas empresas de transporte deverá ser originário de fontes renováveis.

Dessa forma, seriam necessários 2 milhões de toneladas de biocombustíveis para atender a demanda das aéreas. O principal deles seria o óleo de palma, planta típica da região tropical e muito comum na Indonésia e em Camarões.

Porém, alguns setores e grupos ambientalistas veem a mudança com restrições. Segundo eles, o aumento das áreas de cultivo de palma e de outras plantas pode reduzir o espaço destinado à produção de alimentos, além de estimular a destruição da floresta tropical.

Para o cientista Peter Fairley, o óleo de camelina seria uma alternativa ao óleo de palma. “A camelina pode ser cultivada em campos de trigo nos intervalos entre uma safra e outra, o que não afetaria a produção e o preço dos alimentos”, diz ele. Outra alternativa pode ser o pinhão manso, que pode ser encontrado no norte de Minas Gerais, região centro-oeste e nordeste.

Durante o Paris Air Show, pela primeira vez, dois aviões, um Boeing 747 e um Gulfstream G450, movidos a biocombustível, cruzaram o oceano Atlântico, partindo dos Estados Unidos e aterrissando na França.

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia