Celular roubado? Dicas para bloqueá-lo e diminuir o prejuízo

Desde 2000 existe um cadastro único que registra aparelhos que foram roubados, com o objetivo de impedir que sejam habilitados com novas linhas. O Cemi (Cadastro de Estações Móveis Impedidas), no último dia de dezembro de 2011, tinha cerca de 1,9 milhão de aparelhos bloqueados – número bem baixo se considerarmos os 242 milhões de linhas celulares no país.

O que fazer quando você perde seu celular?

Ligue para a central de atendimento da operadora e solicite o bloqueio da linha
Encontre o IMEI (nº de identificação do aparelho) na nota fiscal do aparelho
Faça um Boletim de Ocorrência ou assine um Termo de Responsabilidade na loja da operadora para bloquear o aparelho com IMEI
Se usa um smartphone com aplicativo de rastreamento, peça ajuda da polícia para tentar recuperá-lo
Se pagou caro no aparelho (e costuma perdê-lo), faça um seguro para o smartphone

Assim como você tem um R.G, seu aparelho celular tem um número único de identidade no mundo, chamado deIMEI (International Mobile Equipment Identity). É com esse número que é possível bloquear seu aparelho: o problema é que ele está, geralmente, atrás da bateria do celular(impossível de ver depois de ser roubado) ou na nota fiscal (que você guardou em alguma gaveta e nem sabe mais onde está).

Então, se você está lendo esse trecho do texto, pare tudo e corra atrás do seu IMEI. Deixe anotado em um local de fácil acesso (dica: envie um email para si mesmo com o seu IMEI).

Anotou direitinho?

Desde abril de 2010, para cadastro no Cemi não é mais preciso apresentar o Boletim de Ocorrência à sua operadora. No primeiro contato, a empresa faz um bloqueio temporário. Para torná-lo permanente, você deve comparecer a uma loja da operadora e assinar um termo de responsabilidade em até 48h do comunicado da perda, furto ou roubo ou, se preferir, encaminhar o B.O à empresa (no Estado de São Paulo, ele pode ser feito pela internet em caso de furto ou perda).

Bloqueio da linha

Antes de bloquear o aparelho, a primeira atitude a ser tomada é bloquear a sua linha de celular – isso impede, no caso de donos de linhas pré-pagas, que o ladrão gaste todos os seus créditos. No caso de linhas pós-pagas, a conta mensal ainda será enviada para você, mas pelo menos quem ficou com seu celular não gastará a franquia do seu plano.

Cada operadora tem um procedimento próprio para o bloqueio da linha, mas em geral ele pode ser feito por telefone pelo serviço de atendimento ao consumidor (não se esqueça de anotar sempre o protocolo de atendimento). Veja abaixo cada caso específico:

Claro:

Em caso de roubo, furto ou perda do aparelho celular, o cliente deve entrar em contato imediatamente com o Serviço de Atendimento ao Cliente da Claro, pelo número 1052, de qualquer telefone e solicitar o bloqueio da linha ou, ainda, realizar a suspensão da linha pelo site da Claro, na seção Minha Claro. O bloqueio também pode ser feito nas lojas.

Para clientes Claro Conta, a Claro permite que o cliente adquira novo aparelho no valor referente ao plano contratado caso já tenha cumprido, no mínimo, seis meses da carência vigente. Neste caso, o cliente deve entrar em contato com o Serviço de Atendimento da operadora e, posteriormente, apresentar o boletim de ocorrência na loja. Ele também deve estar adimplente e não ter participado da Política de Perda e Roubo nos últimos 12 meses.

Oi:

Em caso de perda ou roubo do aparelho, os clientes Oi devem acessar a Minha Oi no endereço www.oi.com.br ou entrar em contato com o call center da operadora discando *144 de um celular Oi ou 1057 de um telefone fixo para bloquear a linha e solicitar a segunda via do chip.

Tim:

O bloqueio da linha roubada deve ser feito via call center. O cliente disca 1056 de qualquer telefone ou *144 de qualquer celular TIM. Vale ressaltar que o prazo máximo para o bloqueio da linha, sem que se faça o cancelamento, é de 120 dias. Se o cliente não tiver conseguido outro aparelho nesse período, deve entrar em contato com a TIM novamente antes que o prazo se esgote.

Vivo:

O bloqueio de aparelhos celulares, em caso de roubo, é realizado pelo serviço de atendimento da empresa pelo telefone 1058 (ligação gratuita), que funciona 24 horas em todos os dias da semana. O aparelho roubado será bloqueado e não será habilitado por nenhuma outra operadora.

(Fonte: Uol Tecnologia)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia