Ataque ao site do IBGE

A onda de invasões a páginas do governo continua. Na madrugada de hoje foi a vez do site do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). “IBGE Hackeado – Fail Shell”, diz uma mensagem no topo da página violada.

Os invasores ainda deixaram um texto que diz: “Este mês, o governo vivenciará o maior número de ataques de natureza virtual na sua história feito pelo Fail Shell. Entendam tais ataques como forma de protesto de um grupo nacionalista que deseja fazer do Brasil um país melhor. Tenha orgulho de ser brasileiro, ame o seu país, só assim poderemos crescer e evoluir!”.

“Atacado por FIREH4CK3R”, escreveram os crackers, que aproveitaram para negar relação com os grupos LulzSec e Anonymous. “Não há espaço para grupos sem qualquer ideologia como LulzSec ou Anonymous no Brasil”.

O grupo de crackers LulzSecBrazil seria uma espécie de célula do LulzSec, por trás de invasões e ataques de negação de serviço (DDoS) contra grandes corporações e agências de inteligência como Sony Pictures, CitiGroup, CIA, Agência Britânica contra o crime organizado (Soca), Senado dos Estados Unidos, entre outros.

O LulzSecBrazil invadiu ontem várias páginas do governo: Presidência, Senado e Ministério dos Esportes. O  grupo, que também derrubou os sites da Receita Federal e Portal Brasil, além do próprio site da Presidência na quarta, se diz autor do ataque ao site da Petrobras nesta semana.

Em outra investida, o grupo divulgou ontem dados pessoais do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab e da presidente Dilma Rousseff.

Crackers não acessaram dados, diz IBGE

A assessoria de imprensa do IBGE informou pela manhã que o ataque sofrido por crackers nesta madrugada não atingiu o banco de dados da instituição, disponível pela internet, que, segundo o órgão, está intacto. O IBGE diz que “somente” a home do site www.ibge.gov.br foi violada.

Técnicos do instituto trabalham para corrigir o problema, que deixou o site da instituição fora do ar. O instituto promete divulgar ainda hoje uma nota oficial sobre o caso.

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia