Alguns motivos que fazem “enrolar” no trabalho

O hábito de procrastinar no trabalho é um mal que atinge profissionais de diversas áreas. Para você, quanto mais tempo conseguir arrastar seus compromissos, melhor? Se a resposta for positiva, talvez seja a hora de uma reflexão.

O especialista em gestão do tempo, Christian Barbosa aponta quais são as principais razões que alimentam a procrastinação no ambiente de trabalho:

Tempo

“A fata de tempo é uma das desculpas mais usadas. Na verdade a falta de tempo tem um motivo simples, o tempo no trabalho é utilizado para fazer coisas não relevantes”, explica Barbosa.

Segundo o especialista, a incessante checagem ao e-mail é uma das atividades que gasta tempo e impede que o profissional foque em uma tarefa. Sem falar das redes sociais, nos favoritos do seu navegador e programas de mensagens instantâneas.

Dúvida

O profissional tende a adiar tarefas que não sabe como resolver. Em vez de procurar ajuda, prefere se ater a outras responsabilidades e compromissos. Dessa forma, o que também é preciso ser resolvido fica para trás.

Receio

Atividades que após serem completadas podem gerar algum problema também são uma das razões para que profissionais adiem a realização desta.

Dificuldade

Atividades que demandam tempo e dedicação também são procrastinadas. Outro fator que contribui para essa “enrolação” é quando o profissional classifica a tarefa como complicada.

Emocional

Falta de energia, indisposição, excesso de trabalho, problema na saúde e desmotivação no trabalho, são fatores emocionais que acabam alimentando a procrastinação. Para render mais no trabalho, Barbosa recomenda solucionar esses problemas para que não exista desculpa na hora de focar no trabalho.

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia