15 perguntas e respostas sobre o iPhone 5

Desde que Steve Jobs apresentou o primeiro iPhone, em janeiro de 2007, quatro gerações do aparelho já se sucederam, uma a cada ano. Agora, é a vez da quinta geração.

Ela chega às lojas pouco depois de a Apple assumir a posição de maior fabricante de smartphones do mundo, pondo fim a 15 anos de liderança da Nokia. Veja quinze respostas para dúvidas comuns sobre o iPhone 5.

1-Quando será lançado o iPhone 5?

Fora Steve Jobs e algumas outras pessoas na Apple – que não falam publicamente – ninguém sabe exatamente. Mas é praticamente certo que a Apple vai querer aproveitar a temporada de fim de ano para vender o smartphone. Para isso, ela deve iniciar as vendas, ao menos nos Estados Unidos, até outubro. A apresentação oficial do produto pode acontecer antes do início das vendas, talvez em setembro ou mesmo no fim de agosto. Já a data de chegada ao Brasil é mais incerta. Mas é pequena a chance de que o iPhone 5 aparecer oficialmente nas lojas brasileiras ainda neste ano.

2-Ele será visualmente diferente do iPhone 4?

É provável que sim. Relatos não oficiais – que, supostamente, vazaram de fábricas de componentes chinesas – mencionam um aparelho mais fino e com bordas mais arredondadas. Isso faz sentido. O iPad 2 é mais fino que a versão inicial do tablet. E já há vários smartphones mais finos que o iPhone 4 no mercado. Dois exemplos são o Optimus Black, da LG, e o Galaxy S II, da Samsung.

3- A tela vai ser maior que a do iPhone 4?

É quase certo que sim. Quando o iPhone surgiu, há mais de quatro anos, sua tela de 3,5 polegadas era maior que a de outros smartphones. O fato de a Apple ter suprimido o teclado físico permitiu que a tela ocupasse quase toda a frente do aparelho. Mas, agora, vários concorrentes têm tela maior. A do Galaxy S II, da Samsung, um sucesso de vendas, tem 4,3 polegadas. Para manter o iPhone atraente, a Apple deve aumentar um pouco o LCD. Mas é muito pouco provável que o tamanho passe de 4 polegadas.

4-O iPhone vai ganhar uma câmera melhor?

Há poucas dúvidas de que isso vá acontecer. Howard Stringer, CEO da Sony, já deixou escapar que a empresa forneceria um sensor de imagem de 8 megapixels à Apple, para uso no futuro iPhone, o que já é um avanço em relação à câmera atual, de 5 megapixels.

5-O iPhone 5 será mais poderoso que o modelo atual?

Há quase 100% de certeza de que o iPhone 5 terá processador mais veloz que o A4, usado no iPhone 4. O chip mais poderoso traz dois benefícios principais para o usuário. Em primeiro lugar, ele permite realizar tarefas que ficariam inviáveis com um processador mais fraquinho. Um exemplo é a filmagem em alta resolução, já que a compressão do vídeo exige bastante do hardware. O outro benefício é que todos os aplicativos tendem a ficar mais ágeis. É bom notar que vários smartphones concorrentes já possuem processador com dois núcleos, capaz de realizar várias tarefas simultâneas mais rapidamente. Dois exemplos são o Optimus 2X, da LG (que foi o primeiro com essa característica) e o Xperia Duo, da Sony Ericsson.

6-Que relação haverá entre o iPhone 5 e o iCloud?

Os iPhones atuais dependem de um PC ou Mac para a configuração inicial, o backup dos dados e as atualizações de software, entre outras coisas. Junto com o novo sistema operacional iOS 5, o iCloud vai permitir que o iPhone funcione de forma independente, sem jamais ser conectado a um PC ou Mac. A inauguração do novo serviço de computação em nuvem da Apple deve acontecer junto com o lançamento do iPhone 5. Os usuários poderão, então fazer backup dos dados nos servidores da Apple na internet, ou seja, na nuvem. Além disso, o gerenciamento dos aplicativos e outras tarefas também poderão ser realizados por meio do iCloud.

7-Haverá um iPhone compatível com redes 4G LTE?

É mais provável que a Apple só apresente um iPhone para redes 4G LTE em 2012. Há dois motivos para isso. Primeiro, a cobertura das redes 4G LTE ainda é limitada. No Brasil, por exemplo, não  há nenhuma em operação. Em segundo lugar, os chips para celulares 4G LTE atuais consomem muita energia da bateria. Mas a versão LTE certamente virá em algum momento. As redes 4G vão se expandir – a AT&T, por exemplo, deve inaugurar uma nos Estados Unidos neste ano – e novos chips, supostamente mais econômicos, devem surgir. É grande o interesse nesse serviço, que é mais rápido e confiável que o 3G para acesso à internet. E a Apple não vai querer ficar fora da festa.

8 O iPhone 5 terá receptor de TV?

É muito improvável que isso aconteça. Embora façam algum sucesso no Brasil e na Ásia, celulares com receptor de TV são muito raros nos Estados Unidos. A Apple deve seguir o padrão local e deixar esse recurso fora dos seus aparelhos.

9-O iPhone 5 terá entrada para cartão de memória?

A resposta é não, quase com certeza. O cartão de memória (do tipo microSD) permite expandir a capacidade do smartphone gastando pouco. Mas, para a Apple, é mais vantajoso vender uma versão mais cara do iPhone ao usuário que deseja ter maior capacidade.

10-Vai haver um iPhone com suporte para 2 chips de operadoras?

As chances de isso acontecer são quase nulas. Os smartphones com suporte a dois cartões SIM de operadoras não agradam a essas empresas, que são parceiras estratégicas da Apple. Isso é especialmente válido nos Estados Unidos, onde as vendas de celulares desbloqueados não são significativas. Quase todos os aparelhos, lá, são vendidos pelas próprias operadoras. Além disso, o percentual de usuários que realmente desejam esse recurso não é tão alto a ponto de motivar a Apple a implantá-lo.

11-O nome será mesmo iPhone 5?

Esse é o nome mais provável. Mas também circularam notícias não oficiais dizendo que o smartphone vai se chamar iPhone 4S. É também possível que a Apple apresente dois novos modelos: um totalmente redesenhado, o iPhone 5, e outro com poucas mudanças em relação ao iPhone 4, o 4S.

12-Quanto vai custar o iPhone 5?

Em geral, quando a Apple anuncia uma nova geração do iPhone, os novos aparelhos mantém os preços da geração anterior. Assim, não deve haver grande diferença de preço entre o iPhone 5 e o atual iPhone 4.

13-O iPhone 4 vai ser descontinuado?

Provavelmente não. Assim como a Apple continua vendendo o iPhone 3GS até hoje, ela deve continuar oferecendo o iPhone 4 como uma opção mais barata que o iPhone 5. Há quem diga que o plano da empresa é manter também o iPhone 3GS no catálogo, com preço ainda mais baixo. Assim, ela teria três modelos, em diferentes faixas de preço. Mas a probabilidade de esta última afirmação ser verdadeira não é muito alta. A estratégia habitual da Apple é atuar nas faixas mais altas do mercado, onde as margens de lucros são maiores.O boato de que haverá um iPhone menor circula na internet há bastante tempo

14-A Apple terá também um modelo menor do iPhone?

Um dos rumores mais persistentes sobre o iPhone é que a Apple estaria preparando uma versão menor e mais barata, o  iPhone Nano. Mas não há nenhum indício de que isso seja verdade. Diversificar demais a linha de produtos não costuma ser a estratégia da Apple. A empresa tem feito sucesso concentrando-se em alguns poucos e lucrativos modelos. Além disso, a Apple sempre preferiu atuar nas faixas mais altas do mercado, onde a margem de lucro é maior.

15 A Apple vai anunciar um novo iPad junto com o iPhone 5?

Digamos que as chances de isso acontecer são de 30%. Há rumores de que a Apple prepara um iPad com tela de maior resolução. Seria uma espécie de iPad Pro ou iPad HD, voltado para quem trabalha com artes plásticas, vídeo ou fotografia. Junto com ele, viriam versões para tablet de aplicativos profissionais da Apple, como o Aperture, para fotógrafos, e o Final Cut, para profissionais de cinema e vídeo. Mas é bom não esperar com muita ansiedade.

(Fonte: Info Exame)

Adicionar novo comentario


Todos os direitos reservados a Geektech Tecnologia